Esse novo lançamento vem escrevendo um capítulo a parte na história SIMCO e na indústria, os modelos da marca Kings, que a SIMCO trouxe com exclusividade para o Brasil, ganharam destaque na revista Impresso 3D.

No artigo assinado pelo engenheiro de aplicações Emanuel Campos, ele conta sua experiência com esse equipamento. A categoria SLA se diferencia muito das impressoras menores DLP e LED, porque nela a peça submerge a cada camada em um recipiente cheio de resina SLA, ao invés de subir ao longo de um eixo Z.

Sua qualidade, precisão e custo X benefício atendem com excelência segmentos de moldes, utensílios domésticos, calçados, brinquedos, aeroespaciais, dentre outros.

Leia abaixo, a matéria na íntegra;

A SIMCO tem todas as soluções para o seu negócio!
Review: Kings SLA 600Pro

Por Emanuel Campos
Emanuel Campos atua como engenheiro de aplicações para manufatura aditiva desde 2000 com foco em aplicações industriais e para a educação.

Vocês sabem que sou péssimo piadista, ou melhor dizendo, amo piadas ruins, por isso quando digo que não é que eu não conhecia a SIMCO além do fato de escreverem 5 errado, é só uma piada ruim, que provavelmente, eles já ouviram inúmeras vezes. Mas o fato é que já encontrei com a SIMCO em diversas feiras de máquinas, de plástico, da indústria, ao longo das quase 3 décadas que trabalho no mercado de máquinas, mas só fui realmente conhecê-la, por intermédio do Rubens Medino da 3DToys.

A SIMCO tem 25 anos na indústria de máquinas, foi pioneira trazendo máquinas da Pinnacle ainda em 1996, e cresceu seu portfólio incorporando sistemas de CNC, injetoras e em março deste ano, impressoras 3D da marca Kings, empresa chinesa que produz impressoras de grande formato, pelo sistema SLA, exclusivamente para uso industrial, já que são máquinas que iniciam sua faixa de preço em 80.000 dólares FOB/ex WORKS.

Aqui cabe um parêntese, já que eu nem imaginava em meio a uma invasão chinesa de impressoras 3D aos nossos lares, liderada mundialmente pela Creality, mas acompanhada de nomes como BiQi, Two Trees Bluer e outras marcas que se fizeram famosas em nossa país, que a China ainda tem todo um portfólio de impressoras industriais prontas para ganhar o mundo, e entre essas marcas, a Kings foi a pioneira na categoria a aterrissar em nosso país. Se os prognósticos estiverem corretos, será a primeira de muitas marcas que vão passar a mirar nosso país, mas esse é assunto para outra edição, aqui vamos falar da Kings.

Fui contratado pela SIMCO para formar seu corpo de vendas sobre manufatura aditiva, realizar duas palestras sobre Moldes Impressos, baseada no processo que a FormLabs e a Stratasys já utilizam do chamado 3DIM (3D printed Injection Molding), e que é um potencial que a marca da China se diz mais do que capaz. Mas o mais impressionante disso tudo, é que com um contato de menos de 4 horas com a impressora, eu já estava operando-a!

Sempre falo que a grande diferença entre sistemas industriais e impressoras desktop ou domésticas é a repetibilidade, abrir mão de milhares de settings, para garantir que qualquer pessoa opere o sistema e obtenha, sempre, as mesmas peças e com a mesma qualidade. Isso é mais do que verdade aqui, sem nenhum curso além das indicações de seus operadores, Fábio Mota e Bruno Keiler Chimin, eu já estava imprimindo, limpando a peça e colocando-a para cura, mas me adianto.

A Kings 3D Printing é uma empresa chinesa, hospedada em Shenzhen (onde mais), fundada em 2008 focada em impressoras SLA, o processo de impressão mais antigo da Terra, onde um feixe de laser desenha sobre uma camada de resina fotossensível a camada da peça que desejamos obter, com altura de 0,01mm cada layer. Suas impressoras são de grande formato, partindo da máquina de entrada, a SLA 3035, com 300x350x350mm de envelope de construção (foto 1), e chegando na imensa SLA 2700, com absurdos 2700x900x800mm de volume de construção. A empresa ainda oferta uma impressora de SLS chamada KS350, que a SIMCO não nega poder trazer ao país se tiver demanda.

Impressoras industriais de SLA se diferenciam das pequenas DLP e LED que conhecemos, por terem a peça submergindo a cada camada, em um recipiente cheio de resina, ao invés de irem subirem ao longo do eixo Z, como vemos nas máquinas desktop de SLA, seja da FormLabs, da Creality ou de qualquer outro fabricante. Isso, claro, gera um alto custo de instalação já que a máquina que operei, por exemplo, com 600x600x400mm de volume de impressão, precisa de 220 litros de resina para iniciar os trabalhos. Por outro lado, como uma máquina pensada para se manter trabalhando continuamente, isso gera muito menos preocupação em ficar completando o VAT e coisas do gênero. Esse modelo, a SLA 600 Pro, particularmente, está sendo vendida pela SIMCO ao redor dos 110.000 dólares FOB/ex WORKS.

Junto com a impressora ainda acompanham diversos itens, que vão do famoso kit de acabamento e remoção de suporte, ferramentas diversas que a máquina demanda, um tanque de lavagem e limpeza das peças, um tanque para deixar as peças descansando após a impressão, e deixar a resina escorrer para um galão, onde pode ser reaproveitada na impressora e uma estufa de luz UV com timer e temperaturas controladas, para acelerar a secagem da peça. A Kings anuncia que peças bem lavadas precisam de apenas 45 minutos para atingir estabilidade dimensional e resistência mecânica, e com 90 minutos na estufa, estão prontas até para aplicações mais exigentes, como moldes de injeção impressos em 3D.

Por fim, ainda sobre seu hardware, a impressora é bivolt de baixo consumo, um alívio num mundo de impressoras industriais trifásicas, seu laser é de baixo consumo e baseado em fibra de ótica, para maior precisão e redução de custos e sua resina, ainda que fantástica, não tem chip eprom ou alguma restrição direta ao uso de outras resinas, mas que, claro, evidentemente, testar outras resinas irá arruinar a garantia da máquina. Ah, claro, a impressora trabalha em rede, o que ajuda muito a operá-la a distância. Falando em resinas, a empresa de Shenzhen dispõe hoje de 6 resinas, duas que emulam o ABS, chamadas de KS408, KS408B e a KS608, perfeita para aplicações que requeiram certa elasticidade da peça impressa, grande resistência mecânica. O material indicado para moldes é a KS408B pela sua maior rigidez. Todos os materiais possuem datasheet detalhado no site da fabricante, o que facilita muito aventar outros usos para seus materiais e compará-los com as resinas de outros fabricantes.

A resina KS158T emula o material conhecido como PMMA, polimetilmetacrilato, mas você deve conhecer esse material com o nome de acrílico mesmo. Alta transparência e precisão são os pontos de venda desse material. A resina KS168 é uma resina translúcida básica, orientada para peças de divulgação e protótipos em geral, e a KS198S é uma resina que emula borracha e o grande trunfo da marca, que anuncia uma resina ¨rubber like¨ que não resseca ou se quebra com o tempo e exposição à luz UV, e atribui o sucesso da marca no setor calçadista a essa resina em particular. Para saber mais das resinas da empresa e ver seus datasheets basta acessar aqui: https://www.kings3dprinter.com/material/

Fechando o tripé que qualifica um sistema de impressão 3D, já vimos Hardware, já vimos Materiais, e agora falta Software, e aqui em geral é o calcanhar de aquiles de muitas fabricantes, mas não é o caso da Kings, que não economizou e usando uma plataforma (kernel) muito utilizado no mercado, a Voxeldance Additive, que também é utilizado pela Arcam, Carbon e diversas outras empresas e que é muito intuitivo, muito completo, sem ser impossível de operar. Com apenas 15 minutos aprendendo com o Fabio Mota e o Bruno Chimin, eu já estava produzindo peças ocas, diferentes tipos de suporte, dispondo peças na bandeja da impressora, e enviando arquivos para impressão.

Em geral, nos dois dias que estive com a impressora, mesmo com o abre e fecha constante, comum de feiras de demonstração, a impressora produziu uma quantidade de peças impressionante, todas com alta qualidade, e atesto a simplicidade de uso do sistema. Não por um acaso, a SIMCO teve que trazer sua unidade de demonstração correndo, já que a primeira unidade que haviam trazido, ainda durante a pandemia, já foi vendida antes mesmo de chegar ao país para uma importante indústria calçadista.

Não fosse só a iniciativa da SIMCO em trazer uma nova impressora para o Brasil, Vitor Ortega, Diretor de Novos Negócios na empresa ainda promete ofertar o Laboratório 3D da SIMCO para escolas e ações em conjunto com a prefeitura de Campinas, formando no longo prazo, quem sabe, um dos MakerSpaces ou FabLabs mais chiques e avançados do país. Uma iniciativa que foi recepcionada e inspecionada por Adriana Flosi, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do município,e que prestigiou ao Open-House da SIMCO pessoalmente.

Eu não sei vocês, mas já estou ansiosoque outros sistemas chegarão ao país ao longo dos próximos anos, que tesouros a China estava escondendo por lá para o segmento industrial, e reforço meus parabéns à SIMCO, pelo pioneirismo em trazer um novo player ao mercado brasileiro, que assistiu a algumas desistências durante a pandemia, nomes internacionais inclusive, mas que agora, com a ajuda da empresa de Campinas, iniciamos uma renovação do nosso cenário, e renovação é sempre bem-vinda!


Sobre a SIMCO

Em 2021 a SIMCO completa 25 anos no mercado de máquinas industriais. Buscamos na precisão de nossas máquinas inspiração para evoluir sempre e oferecer aos nossos clientes e colaboradores um trabalho com excelência. Mais do que um produto, a SIMCO disponibiliza um pacote completo de soluções em manufatura e indústria 4.0 nos segmentos de Usinagem, Transformação de Plásticos e projetos especiais.

Em 2021, a SIMCO completou 25 anos no mercado de máquinas industriais. Buscamos na precisão de nossas máquinas inspiração para evoluir sempre e oferecer aos nossos clientes e colaboradores um trabalho com excelência. Mais do que um produto, a SIMCO disponibiliza um pacote completo de soluções em manufatura e indústria 4.0 nos segmentos de Usinagem, Transformação de Plásticos, projetos especiais, venda de Impressoras 3D à base de resina SLA e serviço de impressão em 3D de moldes e protótipos para diversas indústrias.

Reconhecida pela inovação, oferecemos produtos de alta performance através de marcas como FEELER, LOG Machine, Quazar, Kings 3D Printer, Pinnacle, Euron, DMC e FFG uma das maiores holdings de máquinas do mundo que engloba importantes marcas como Jobs, Rambaudi, Sachman e Sigma. Com atendimento técnico comercial em todo território nacional e amplo portfólio de máquinas e estoque de peças de reposição, conseguimos atender com rapidez o mercado industrial brasileiro aliando qualidade, eficiência técnica e custo competitivo.

SIMCO transformando sonhos e projetos em realidade!

 Entre em Contato, estamos prontos para te atender.

Fone: (19) 3727-2800

Whatsapp: (19) 99103-3935

E-mail: Contato@simcomaq.com.br

www.simcomaq.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *